Designers brasileiras criam peças para nos aproximar da natureza

 

Nicole Tomazi, Heloísa Galvão e Paola Muller lançam coleções inspiradas na força da flora nacional e na união feminina.

Amigas de longa data. Criativas. Mulheres. Nicole Tomazi, Heloísa Galvão e Paola Muller sempre nos encantam com suas respectivas sensibilidades para traduzir elementos do dia a dia em peças exuberantes para a casa. Desta vez, elas uniram forças não para criar uma coleção ou uma peça juntas, mas para costurar uma conversa que vai muito além da decoração de interiores. A aproximação afetiva tornou essa experiência mais tranquila, segundo elas, e resultou em uma imersão à la floresta urbana no ateliê de Heloísa, na Vila Madalena, em São Paulo.

A porta de vidro se abre para um caminho ladeado por árvores e plantas tropicais que acaba em uma mesa que parece ter saído de um conto de fadas antigo ou de Alice no País das Maravilhas. As cerâmicas da coleção Lagos, de Heloísa, se misturam com as cestas e os sousplat de palha de trigo de Nicole, tudo sobre uma manta de malha com folhagens verdes de Paola. No teto, pendurado, ainda se suspendem as luminárias de Nicole, iluminando essa mesa mais do que convidativa. Abaixo, confira os detalhes de cada conversa que as designers brasileiras propuseram com suas peças inspiradas nessa natureza nacional:

Designers brasileiras criam peças para nos aproximar da natureza (Foto: Paula Jacob)
Processed with VSCO with c1 preset (Foto: André Giorgi/Divulgação)
Processed with VSCO with c1 preset (Foto: André Giorgi/Divulgação)

Desdobramento da série Moles, a nova coleção Lagos apresenta uma gama de produtos para o dia a dia, com pratos, bowls e copos que servem qualquer tipo de alimento ou bebida – e, de quebra, decoram perfeitamente qualquer mesa. “Gosto de trabalhar com utilitários por causa da intimidade que as pessoas têm com os objetos. Quando você come ou bebe você os aproxima do corpo. Esse processo é muito pessoal, único. É um carinho.” Para a Lagos, Heloísa estudou o repouso da matéria na superfície a partir da observação do líquido sobre a terra e da sensação visual que isso proporciona aos olhos – se você olhar bastante, elas parecem se mexer. “O meu processo sempre girou em torno da compreensão da matéria”, explica ela. Além da novidade das peças, cores esverdeadas implementam sua paleta de trabalho: verde oceano, verde lago, verde floresta e verde planície são as novas cores para a sua proposta de natureza indoor.

Nicole Tomazi

Processed with VSCO with c1 preset (Foto: André Giorgi/Divulgação)
Processed with VSCO with c1 preset (Foto: André Giorgi/Divulgação)
Designers brasileiras criam peças para nos aproximar da natureza (Foto: Michell Lott)

Dando continuidade para a coleção Genius Loci, que inclusive concorre ao Prêmio Casa Vogue Design, Nicole segue com seus estudos sobre a palha de trigo e o quanto a costura delas de forma não-tradicional resulta em peças também maleáveis e imperfeitas, na melhor compreensão da palavra. De volta ao Sul do Brasil, ela trabalhou com uma família que tradicionalmente costura chapéus e bolsas de palha rígidos para os trabalhadores do campo possam se proteger e otimizar as colheitas. “É um processo de desconstrução com eles, porque o meu produto lhes é estranho. Mas, também, é um processo de autoestima, de valorizar essa mão de obra com conhecimentos ancestrais sobre a matéria prima e como manuseá-la.” O “talo” do trigo que seria descartado se torna uma trança que depois é costurada uma a uma para formar cestas, sousplat e luminárias (pendentes ou de piso) para dar continuidade a esse diálogo de valorização do que é nosso, do Brasil. “É a não padronização das coisas: tanto com a proposta desse evento, com essa floresta ‘imperfeita’ na entrada, quanto com os produtos que aqui lançamos. Essa coleção é a cara do Sul do país. E está tudo bem se isso não for extremamente reto, alinhado. Temos que compreender que não somos a Escandinávia – e está tudo bem.”

Paola Muller

Processed with VSCO with c1 preset (Foto: André Giorgi/Divulgação)
Designers brasileiras criam peças para nos aproximar da natureza (Foto: Paula Jacob)
Designers brasileiras criam peças para nos aproximar da natureza (Foto: Michell Lott)

Se a natureza te lembra acolhimento, você precisa conhecer as novas mantas de Paola Muller. Suas peças, expostas sempre na Feira na Rosenbaum, ganham tons terrosos e de verde escuro e neon em padronagens mais orgânicas com folhagens, cascas de árvore, imagens da floresta e erosões da terra. Essas estampas também se revelam em pufes e banquinhos charmosos para aquecer a decoração. Contudo, a coleção Floresta teve um novo ponto de partida: os tapetes! Novidade para a designer, eles foram feitos a partir das imagens aéreas do desmatamento da Amazônia e trazem as mesmas cores naturais para colocar a natureza em destaque e ainda repensar sobre a importância dela nas nossas vidas.

Recommend