Rede de supermercados vende produtos de aparência estranha

 

Fala a verdade: em suas idas ao mercado, você já torceu o nariz para aquele legume tortinho ou virou a cara diante daquela cenoura gigante. Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), os padrões estéticos e de qualidade levam os distribuidores a rejeitar grandes quantidades de alimentos perfeitamente comestíveis.

Pensando nisso e inspirados em uma ação que já é tendência na Europa, a rede carioca SuperPrix resolveu levar ao pé da letra o velho ditado “Beleza não se põe na mesa” – e criou o stand “As aparências enganam“. A ideia consiste na venda de produtos com aspecto “incomum” – cenouras com duas pernas, legumes maiores, beterrabas, chuchus, entre outros, oferecendo ao consumidor 30% de desconto nos produtos em questão, além de reverter parte da renda para instituições carentes conveniadas.

– Boa parte desses alimentos, mesmo com alto valor nutritivo, nem chega aos supermercados por causa da aparência (cenouras com duas pernas, beterrabas gigantes, entre outros). Queremos contribuir para que esse cenário mude – garante a CEO do SuperPrix, Viviane Areal.

A nutricionista da rede, Érica Schattka, também apoia a iniciativa: “A ideia consiste na venda de produtos com aspecto “incomum” – cenouras com duas pernas, legumes maiores, beterrabas, chuchus, entre outros, oferecendo ao consumidor 30% de desconto nos produtos ” – afirma.

Em apenas dois meses, a rede aumentou as vendas desses produtos em 32% graças a iniciativa.

Recommend